Conheça a nova linha CBM PRO Saiba mais
Agronegócio no Brasil: tudo o que você precisa saber

O agronegócio é um dos segmentos mais importantes para o desenvolvimento brasileiro.

O agronegócio no Brasil envolve não apenas a agricultura e pecuária, mas também atividades desenvolvidas pelos fornecedores de insumos e sementes, equipamentos, serviços e industrialização e comercialização da produção agropecuária.

Esse segmento é essencial para o fornecimento de alimentos, geração de empregos e movimentação da economia do país.

Presente desde os primórdios da colonização, o setor ajudou consideravelmente a recuperação a economia do país em 2017.

 

HISTÓRIA

O agronegócio sempre foi uma das principais bases da economia brasileira. De monocultura a culturas extensas, começando com a cana-de-açúcar, café, até chegar na alta produção de soja.

 

EXPORTAÇÕES

O Brasil é um dos líderes mundiais do setor e exporta para mais de 180 nações.

Os principais produtos exportados pelo agronegócio brasileiro entre os meses de janeiro e outubro de 2017 foram: açúcar em bruto, carne de frango, celulose, soja, carne bovina e café em grão.

A soja é a líder de exportação, responsável por 48,8% das atividades do agronegócio por mês.

 

PIB

De acordo com o Ministério da Agricultura, o agronegócio representa  4,85% do total da economia brasileira e soma R$ 234,6 bilhões de reais.

No primeiro semestre do ano, o agronegócio foi o principal responsável pela alta do PIB brasileiro. Assim, isso gera melhorias: quanto mais se produz, mais empregos são gerados e os preços diminuem.

 

EMPREGOS

A geração de empregos pelo agronegócio é muito alta e movimenta a economia do país. A agricultura familiar gera 77% dos empregos no setor agrícola em todo o país.

 

CRESCIMENTO DO SETOR

Até 2030, estima-se que um terço dos produtos agrícolas comercializados no mundo sejam do Brasil, principalmente devido ao crescimento de demanda dos países asiáticos.

 

ESCOLAS

Com o agronegócio, foi necessário a criação de escolas específicas. A profissão de engenheiro agrônomo foi reconhecida em 1933. Atualmente, existem mais de 250 cursos de agronomia no país.

 

INVESTIMENTO

O Brasil vem realizando investimentos para o desenvolvimento ainda maior do agronegócio. O Ministério da Agricultura vem pensando em projetos para aliar o desenvolvimento econômico e preservação do meio-ambiente, através do agronegócio.

 

TENDÊNCIAS PARA 2018

Muitos produtores apostam os investimentos em máquinas, insumos e armazéns, e essa é uma tendência que deve continuar a todo vapor.

Uma outra preocupação presente é com a sustentabilidade. Dessa forma, muitos produtores já analisam o uso de energias renováveis, como bioenergia, energia hídrica e outras.

Da mesma forma, a agricultura orgânica – ou qualquer atitude sustentável – pode ser considerada uma originalidade no setor e é uma forte tendência.

O agronegócio integra diversos setores da economia brasileira. A partir da produção de várias matérias-primas, o setor oferece subsídios para produção de roupas, móveis, produtos de higiene pessoal, biocombustíveis, papel, entre diversos outros.

Sendo assim, o segmento tem participação ativa no desenvolvimento do país, contribuindo para o fortalecimento da nossa economia.

 

Gostou do artigo? Deixe seu comentário e até o próximo post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Produto adicionado ao carrinho

  • Nenhum produto na lista

  • 1